O jeito mais facil de fazer fotos incriveis viajando sozinha

O jeito mais fácil de fazer fotos incríveis viajando sozinha

Para quem costuma viajar sozinha, como eu, tirar fotos de você mesma pode ser bem difícil. Sinceramente, nas minhas últimas viagens eu acabei ficando com tanta preguiça que nem fiz muitas de mim nos lugares que visitei!

Acho que a única técnica que nunca usei foi a de usar um app compatível com a câmera DSLR que está posicionada em um tripe porque, bem, eu nem tenho uma DSLR. E, sinceramente, quem tem pique para montar tripé, ajustar ângulo e ficar conferindo no celular o enquadramento no meio de uma viagem??

Eu, com certeza, não.

Levo muito a sério a busca pela melhor foto com o menor esforço e foi nessas que “descobri” minha técnica preferida para fazer fotos legais viajando sozinha.

Você vai precisar de:

  • Um celular
  • Um pau de selfie
  • Nenhuma vergonha

Ninguém vai sair com o pau de selfie aparecendo na foto. O primeiro segredo está em acertar o enquadramento!

Fotos legais com pau de selfie

Para fazer fotos legais com o pau de selfie, tire um tempo para estudar o enquadramento. Experimente de verdade: alturas, distâncias, inclinações… Descubra como enquadrar tudo que você quer mostrar na foto enquanto deixa a haste do pau de selfie fora.

Para mim, o que sempre funciona é abrir um pouco o suportezinho do celular, enquanto seguro o pau de selfie pela mão “de fora”. Também procuro manter o cotovelo que está segurando dobrado. Assim, a haste dificilmente aparece e o braço fica com uma posição natural, também disfarçando a existência do pau de selfie! 😉

Como fazer as fotos com pau de selfie?

Agora, para tirar a foto, recomendo três coisas!

Primeiro, inverter o celular. Isso porque, normalmente, a câmera traseira do celular é muito melhor do que a frontal. Assim, as fotos ficarão com uma resolução melhor. Sabendo a posição certinha para evitar mostrar o pau de selfie, você não deve ter grandes problemas com o enquadramento, apesar de não conseguir ver a tela.

Eu, na verdade, quase nunca faço isso porque, como você já deve ter percebido, me falta paciência para me dedicar a fotos. Conferir o tempo todo se o enquadramento estava certinho mesmo não é comigo! Então, vamos para as outras duas:

A primeira é ativar o timer. Nenhuma novidade, né? É só programar para uns três segundos, fazes uma pose e a foto está pronta.

Só que, assim, você está posando. E é muito mais legal fazer fotos espontâneas, então vamos para a segunda!

O meu segredo é fazer um vídeo, e é essa a minha forma preferida! Basta colocar para gravar e, bom, viver um pouquinho. Mexa a cabeça, ande ao redor, gire no mesmo lugar, mexa no cabelo… Depois, é só ir pausando e fazendo screenshots dos seus momentos preferidos.

E pronto: um pequeno ensaio feito sem mais ninguém, com fotos naturais, “espontâneas” e com movimento! Dá uma olhada:

Talvez eu olhe muito pros lados.

Dica bônus: fotos de corpo inteiro

Fazer foto com pau de selfie quebra um galhão, mas não resolve todos os seus problemas. Afinal, e se você quiser uma foto de corpo inteiro?

A minha primeira opção é sempre pedir para alguém tirar. Se estiver num lugar mega turístico, é só olhar em volta e achar a pessoa que também está sozinha fazendo selfies. Então, se ofereça para tirar uma foto dela e ela, em troca, tira uma sua. Uma boa ideia é tirar a foto dela do jeito que você quer que saia a sua – e verbalizar isso!

Foto tirada por estranhos sem referência (de vida) x foto tirada por estranhos com boa vontade

Agora, se estiver em um lugar mais vazio, o negócio é improvisar. Eu costumo procurar um bom lugar para apoiar o celular, onde seja seguro e consiga o enquadramento que eu desejo, e, daí, repetir o truque do vídeo.

Já apoiei em grade de janela, degrau, pilastra, atrás de placa de trânsito… Até já deixei o celular dentro do bolso externo da bolsa, com a câmera de fora, e até encaixei o pau de selfie em pé para segurar!

Para essa, coloquei a bolsa no chão, encaixei o pau de selfie dentro e arrumei a inclinação…
…empilhei cadeira, vaso, panela, caixa e o que mais achei no quarto do hotel…
…apoiei o celular na powerbank, em cima de uma caixa (acho que de energia?) para não ficar literalmente à beira do rio…
….apoiei o celular na bolsa, numa estrutura igualzinha à que estou sentada…
…coloquei o celular dentro do bolso externo da bolsa e prendi a bolsa pela aba em um dos ferros que tinha na frente desse banco – essa foi obra de engenharia!

Quem tem os recursos e a paciência para montar tripé, encaixar câmera e fazer todos os ajustes antes de partir para a foto, com certeza esses cliques saem bem melhores. Mas, para quem não tem muita paciência para isso, garanto que minhas dicas quebram o galho muitíssimo bem 😉

***

O jeito mais fácil de fazer fotos incríveis viajando sozinha

Compartilhar

  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o blog para falar de viagens, da vida viajando, da falta que faz viajar! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Sou formada em jornalismo, tenho um cachorro chamado Bernardo, gosto de pizza e roo unhas o tempo todo. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários