A melhor forma de levar dinheiro para a Europa

A melhor forma de levar dinheiro para a Europa

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Parte da minha intenção em contar como foi o meu processo de cidadania italiana é explicar todas as coisas nas quais errei, para que você passe menos nervoso que eu. E um dos maiores erros foi a forma que trouxe o dinheiro para cá. Como é uma dica que vale para qualquer país que você for morar na Europa, continue no post mesmo que você não esteja vindo para a Itália! 😉

Já vou começar dizendo o meu erro primordial: trouxe todo o meu dinheiro em espécie. Além do risco de andar por aí com milhares de euros no porta-dólar, o problema maior foi que, dessa forma, gastei uma grana com taxa da casa de câmbio!

Disclaimer: este post contém links de afiliado. Isso significa que, usando os links deste post, você recebe algumas vantagens e eu também! 😉

Para o N26: abrindo uma conta com meu link, você ganha € 10 ao fazer uma compra de € 15 ou mais.

Para o Transferwise: usando meu link, você ganha uma transferência de dinheiro gratuita.

Banco digital na Europa

Antes de vir para a Itália, li sobre o N26, um banco digital que atua em toda a Europa, não cobra taxas e tem saques gratuitos em toda a zona do euro. Mas, como eu não tinha casa aqui, não tinha como abrir uma conta – é obrigatório viver na União Europeia para ter o cartão.

O que eu deveria ter feito: trazido uma quantia menor em dinheiro, suficiente para umas três semanas, até que meu cartão chegasse. Então, poderia enviar o dinheiro da minha conta no Brasil via Transferwise para a conta do N26 com uma taxa muito menor.

Muitos nomes novos no post? Calma lá que vou explicar melhor!

Como abrir conta no N26

Abrir uma conta no N26 demora poucos minutos e pode ser feito até do celular. Após inserir os dados, você receberá um email de confirmação, poderá baixar o app e fazer a sincronização com o smartphone.

Depois, é só esperar o envio do cartão (o meu demorou três dias), fazer o desbloqueio pelo app e está pronto para usar!

Como enviar dinheiro para o N26

Escritório da Transferwise em Singapura – eles têm escritórios no mundo todo!

É aqui que entra o Transferwise. É um serviço de envio de dinheiro internacionalmente super fácil e seguro, que permite, em poucos minutos, resolver suas finanças no exterior. Abrir uma conta também é rapidinho e pode ser feito pelo app.

Aliás, faço todas esses transações que comento no post sempre pelo celular.

Para realizar a transferência do dinheiro, é necessário ter o IBAN de quem vai recebê-lo. No caso do N26, esse número é o equivalente ao número da sua conta, já que ele é um banco internacional e não tem agências físicas.

Então, é só colocar, no Transferwise, a quantia de dinheiro que será enviada (dá para ir “ajeitando” os centavos até chegar na quantia exata) e escolher entre uma transferência bancária ou pagar o boleto.

Para fazer a transferência, basta abrir o seu netbanking do Brasil e fazer o TED normalmente para o banco indicado pelo Transferwise, que atua como um mediador. A vantagem dessa modalidade é que é muito mais rápida que o boleto, que pode demorar alguns dias para ser computado. Com transferência bancária, recebi o dinheiro na minha conta europeia em poucas horas! Além disso, o boleto tem uma taxa extra a ser paga.

Quanto se economiza?

Quanto maior a transferência, maior a economia. Fazendo uma simulação no site da Transferwise e da Confidence, a diferença para a conversão de R$ 1.000 em euros foi de € 5,90. Para o envio de € 2.000, foi de R$ 232,83: na Transferwise, o total em reais foi de R$ 8.928,27; na Confidence, R$ 9.161,10.

No serviço de envio de dinheiro para o exterior da Confidence, seria necessário enviar R$ 9.167,50 para receber € 2.000, R$ 239,23 a mais.

Já no caso do cartão pré-pago da Confidence, a diferença é maior ainda: os mesmos € 2.000 saem por R$ 9.646,11, uma diferença de R$ 719,40!

N26 vale a pena?

A meu ver, sim!

O cartão N26 transparente é o mais básico e não cobra nenhuma taxa!

O N26 um cartão de débito com a bandeira Mastercard que não cobra taxas e funciona em toda a zona do euro sem nenhum adicional. Receber o cartão é super rápido e enviar dinheiro para ele, também. Pelo app, você tem um controle total da sua conta, com extrato detalhado, espaço de planejamento e transferências via Transferwise – as duas empresas têm uma parceria para isso.

Além disso, é uma alternativa rápida, simples e barata para receber dinheiro do Brasil no caso de alguma emergência ou imprevisto, melhor até que os cartões pré-pagos.

A única desvantagem, para mim, é que ainda não é possível efetuar depósitos em dinheiro, exceto na Alemanha. Então, por exemplo, caso você trabalhe e receba o pagamento em dinheiro, não terá como colocar essa grana na sua conta.

Lembrando que o N26 é um banco, e não um serviço de câmbio, e, por enquanto, só está disponível na Europa (em breve, chegará aos EUA e ao Brasil também!). Por isso, é uma excelente opção para quem vai morar em algum país da UE, mas não é uma alternativa para quem vai só a turismo.

***

A melhor forma de levar dinheiro para a Europa

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o blog para falar de viagens, da vida viajando, da falta que faz viajar! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Sou formada em jornalismo, tenho um cachorro chamado Bernardo, gosto de pizza e roo unhas o tempo todo. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários