Como comprei passagens aereas baratas para a Italia

Como comprei passagens aéreas baratas para a Itália

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Iniciei a parte prática do meu processo de cidadania italiana num dos piores momentos possíveis: a super alta do Euro em meados de 2018. Teve dias que a cotação passou dos cinco reais! Como você pode imaginar, isso jogou os preços de passagens aéreas para a Europa lá para cima…

Tinha mais um agravante: o tempo entre a passagem de ida e de volta era de meses, o que faz com que elas fiquem bem caras. Como é necessário entrar na Itália com a passagem de volta comprada (lembre-se que, ao chegar na Itália, você é turista), não tem jeito: adquirir a passagem de volta é como se fosse parte do processo.

Preço médio de ida e volta para a Itália

Comecei as pesquisas sem ter ideia do valor dessas passagens. Eu não tinha referência do que era barato ou caro. Mas, experimentando diversas datas, entendi que, com um espaço de 90 dias entre os vôos, o preço ficava entre R$ 4 ou 5 mil. Ai!

A má notícia era que eu realmente não esperava gastar mais de R$ 3,5 mil em passagens. A boa era que, se o preço médio era R$ 4,5 mil, provavelmente haveria promoções. Ficando de olho, eu encontraria uma passagem que coubesse no meu orçamento.

Critérios

Quando mais critérios tiver na hora de encontrar sua passagem, mais fácil será. Afinal, você terá menos opções para escolher!

Meus critérios foram:

  • Até R$ 3,5 mil, com taxas
  • Vôo direto (para não ter que fazer a dichiarazione di presenza – quanto menos trabalho tivesse na Itália, melhor!)
  • No último trimestre de 2018

Eu não sabia em qual comune faria o processo, então a decisão de chegar em Milão ou em Roma ficou em aberto. Para cada pesquisa, verifiquei se, com a outra cidade como destino, não ficaria mais barato. Se você já souber em qual cidade quer pousar, é uma possibilidade a menos para trabalhar aqui, o que restringe sua pesquisa e facilita os resultados. Viu como é bom ter critérios? 😉

São Paulo – Milão por R$ 2.700

Foi então que conheci o meu site preferido para buscar vôos: o SkyScanner.

Eu acho que já tinha experimentado todos os sites de pesquisas de passagens, e cada um tem algum diferencial. Mas o SkyScanner permite realizar a busca por mês de ida e de volta, e exibe os preços por dia direto no calendário, que foi perfeito para a minha busca.

Por exemplo, se você selecionar o dia 7 de janeiro para a ida, o site automaticamente exibe quais os vôos de volta disponíveis para essa ida.

É mais fácil ver do que explicar, então veja:

Skyscanner - busca de passagens aéreas por mês

Mudando a data de ida e o mês da volta, novas possibilidades de volta aparecem. Assim, você consegue encontrar facilmente o melhor preço para ida e o melhor preço para volta.

Foi assim que eu paguei R$ 2.700, com taxas, ida e volta, direto, com 87 dias de diferença, entre São Paulo e Milão.

Depois de escolher a passagem, o SkyScanner redireciona para o site que está vendendo nesse valor. No meu caso, era o site da Latam – melhor ainda, por conta do possível cancelamento ou adiamento da passagem de volta ser tratado diretamente com a companhia aérea.

Dei muita sorte para conseguir essas passagens por esse preço! Nem tinha sido anunciada alguma promoção, nada do tipo. Só aconteceu de eu estar online e fazendo a busca certa na hora certa.

Sei que tem gente que acha preços melhores ainda, mas tive medo de acabar tendo que pagar mais caro se comprasse muito próximo da viagem!

Outras dicas que costumo ver são de realizar essas pesquisas em abas anônimas (para evitar que os sites “aprendam” que você está em busca de passagens e aumentem o preço) e na madrugada de algum dia de semana. Mas, quando comprei minha viagem, era um dia qualquer de manhã. Ou seja, acho que vai mais da sorte e de acompanhar os preços do que qualquer outra coisa!

Boa viagem! 🙂

***


Como comprei passagens aéreas baratas para a Itália

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o blog para falar de viagens, da vida viajando, da falta que faz viajar! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Sou formada em jornalismo, tenho um cachorro chamado Bernardo, gosto de pizza e roo unhas o tempo todo. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários