Organizando os documentos para a cidadania italiana

Organizando os documentos para a cidadania italiana

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Vai por mim: a organização dos documentos para reconhecer a cidadania italiana é confusa e se perder no meio é fácil. Tão fácil que eu, tão cheia das planilhas e processos, deixei passar uma certidão e por muita sorte percebi a tempo, mas foi bem em cima: busquei o apostilamento e a tradução faltando poucos dias para embarcar! 

Foi corrido, foi tenso, foi puxado, mas imagine se eu só descobrisse isso na Itália?!

Por isso, resolvi fazer esse post para ajudá-lo também a organizar seus documentos e garantir que está tudo certinho no seu processo. É só copiar e adaptar ao seu caso!

certidoes cidadania italiana
Certidões traduzidas, apostiladas e organizadas por cor é ostentação real

Árvore genealógica

Começando pela árvore genealógica, que não é obrigatória, mas é bom fazer.

Isso porque ela, primeiro, te ajuda a visualizar quem são as pessoas da sua “linhagem” italiana, ou seja, ver todo mundo de quem você terá que buscar os documentos.

Segundo, porque ter esse documento bonitinho ajuda muito o oficial do comune a se organizar na hora de analisar suas certidões, e a gente quer que ele esteja sempre de bom humor 😉 Recomendo deixar os nomes coloridos e utilizar clipes de papel dessas mesmas cores para identificar as certidões de cada pessoa, como dá para ver na foto acima.

Para usar esse modelo, é só copiar tudo e trocar os XXXX ou o que estiver entre [] pelos dados da sua família.

Organizando as certidões

De modo geral, você precisa das certidões de nascimento, casamento e óbito de todo mundo que te passa a cidadania – as que forem aplicáveis, claro. Não esqueça de verificar também a necessidade de retificação.

Então, cada certidão precisa ser traduzida por um tradutor juramentado e apostilada, assim como a tradução. O mesmo se aplica à Certidão de Não-Naturalização do antenato.

Há controvérsias sobre a necessidade de certidão de óbito e de apostilar as traduções, mas eu acho melhor gastar um pouco mais e garantir do que perder a viagem e rios de dinheiro se o comune não aceitar os documentos.

Abaixo, tem uma planilha com o modelo para manter o controle das certidões. Você pode copiar e preencher como quiser – por exemplo, usando para fazer anotações referentes às datas em que elas serão recebidas ou apenas escrevendo OK conforme elas forem chegando. Também pode alterar as cores e acrescentar outros antepassados, se for o seu caso.

Espero que ajude! 🙂

Veja também os outros posts do blog falando de cidadania italiana 🙂

***

Organizando os documentos para a cidadania italiana

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o Beijo e Ciao para falar sobre viagens: dicas de passeios, lugares incríveis, experiências transformadoras e as dores e alegrias de morar fora! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários