Permesso di soggiorno, parte 2: a convocação à Questura

Recapitulando: depois de fazer seu pedido de permesso di soggiorno na Posta, você recebe uma carta de convocação para comparecer à Questura numa data certinha com uma série de documentos para… Para quê?!

Já que não encontrei nenhuma informação muuuito precisa sobre o que você vai fazer na Questura no dia anotado na sua carta, vou contar como foi comigo 😉

Capa da carteirinha do permesso di soggiorno

A Questura estava bem cheia no dia e hora agendados. Tanto que o meu atendimento atrasou uma meia hora. Esse agendamento estava marcado para umas duas semanas depois do envio do kit giallo na Posta.

Então, quando chegou minha vez, o oficial deu um “ok” em uma tabela marcando minha presença e me deu outro boleto para pagar, de 40 euros. Ele deve ser pago na Posta imediatamente.

Na Posta, há ainda uma taxinha de 1,50 euro pelo serviço além dos 40 euros. Ou seja, o meu permesso di soggiorno custou, ao todo, 118,14 euros!

Em seguida, levei o boleto pago de volta à Questura. Depois de mais um pouco de espera, entreguei-o ao oficial. Então, ele apenas pediu uma das fotos que havia tirado no dia anterior, uma assinatura em um formulariozinho e meu telefone para contato. Escaneou tudo e pronto, etapa concluída!

No total, contando as andanças e esperas na Questura e na Posta, demorou uma hora e meia.

Agora, devo esperar a chegada da minha carteirinha do permesso. Isso deve demorar cerca de um mês e meio e será enviada para o meu endereço na Itália. Enquanto isso, devo andar com meu passaporte e o recibo que me deram na Posta quando enviei o kit giallo.

Veja também os outros posts do blog falando de cidadania italiana ?

Nem todo permesso é assim

No entanto, pelo que entendi com base nos relatos que li, cada Questura faz de um jeito.

Tem lugar que o agendamento é muito pontual, tem outros que não. Tem lugar que te leva para outra sala para recolher as digitais, tem lugar que faz no próprio guichê de atendimento. Tem lugar que pede para ver todos os documentos e lugar que não pede nada.

Ou seja, não tem muito como ter certeza de como será a sua convocação à Questura. Por isso, o melhor a fazer é seguir as orientações da carta de convocação, providenciar todos os documentos e estar lá no dia marcado.

***

COMPARTILHAR
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
Giovana Penatti

Giovana Penatti

Giovana tem 31 anos e é jornalista. Mal pode esperar pela terça-feira à tarde na qual estará tomando um drink numa praia no Mar Mediterrâneo rindo muito de tudo isso. Enquanto isso, escreve sobre viagem e morar no exterior por aqui!