Roseto di Santa Giustina: um jardim cheiroso e desconhecido em Padua

Roseto di Santa Giustina: um jardim cheiroso e desconhecido em Pádua

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Muito antes de me mudar pra Pádua, buscando vídeos pra mostrar a cidade pro meu marido, encontrei um em que uma moça mostrava o que mais gostava de fazer na cidade. Nunca mais encontrei o vídeo e não lembro das outras coisas que ela listava, mas me marcou muito o Roseto di Santa Giustina, um jardim público que, na primavera, fica repleto de rosas!

Guardei esse local para visitar em abril/maio, quando a primavera estaria pleníssima, mas veio o coronavírus e deixou muitas coisas pausadas, inclusive ir ao Orto Botanico mais uma vez. Mas, andando de bicicleta pelo Prato Della Valle outro dia, resolvi passar pelo Rosetto e ver se estaria aberto e… Estava!

Leia também: Orto Botanico de Padova: o passeio “obrigatório” que ninguém te contou

Quer dizer, estava aberto ao público, mas já tinha passado seu horário de funcionamento. Então, neste fim de semana, fui mais esperta e cheguei a tempo de passear entre as rosas!

O Roseto di Santa Giustina, como o nome indica, fica pertinho da Basilica di Santa Giustina, mas não faz parte dela. Um bom ponto de referência para encontrá-lo é o Prato Della Valle: saindo no sentido Sul, passe pelo supermercado Despar, pelo estacionamento, pelo velódromo e vire à esquerda; o Roseto está a no próximo quarteirão.

É um jardim onde são cultivadas diversas variedades de rosas. Ele é dividido em algumas áreas, como rosas históricas, rosas dedicadas a personagens históricos do Veneto, rosas mais importantes… Mas esse percurso não é muito claro e, na minha opinião, nem é lá muito interessante.

Vale ler as placas de informação porque elas já estão ali e podem trazer alguma informação interessante (sabia que existem rosas com apenas cinco pétalas???), mas observar ao próprio modo as cores, formatos e tamanhos das flores, se guiando pela curiosidade, é muito mais legal.

Caso você esteja se perguntando, sim, ele é MUITO cheiroso! Mesmo de máscara, dá pra sentir o aroma das flores no ambiente todo. Mas confesso que tirei a minha para enfiar o nariz em alguns tipos e sentir o cheiro bem fresquinho!

Muitos padovanos mesmo não conhecem ou frequentam o Roseto, apesar de estar relativamente movimentado quando visitamos neste domingo. Dificilmente ele estará em qualquer lista do que fazer em Padova, mas, se estiver por aqui nessa época do ano, vale caminhar 10min a partir do Prato Della Valle para passar um tempo em suspensão, ouvindo só o som dos passos no cascalho e dos pássaros e insetos, vendo cores e texturas inimagináveis misturadas em uma única flor, sentindo o perfume natural das flores.

Preciso confessar: me deu vontade de ir novamente hoje mesmo.

A entrada do Roseto é gratuita, mas vale o aviso de que não tem uma super infraestrutura: nem banheiro ou bebedouro existem lá. Mas há um gramado para sentar no sol e até umas mesinhas para piquenique. Feito para passar o tempo, dar uma pausa mesmo!

Pra colocar na lista de lugares lindos e inesperados 😉

Serviço

Roseto di Santa Giustina
Via Michele Sanmicheli, 65
Horários: em abril e setembro, das 10h às 12h e das 15h às 18h; em maio e junho, das 9h às 12h e das 16h às 19h.

Roseto di Santa Giustina: um jardim cheiroso e desconhecido em Pádua

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
  • Sobre
foto perfil beijo e ciao giovana penatti (2)

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o Beijo e Ciao para falar sobre viagens: dicas de passeios, lugares incríveis, experiências transformadoras e as dores e alegrias de morar fora! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários