Manual de sobrevivencia para passar Natal e Ano Novo viajando

Manual de sobrevivência para passar Natal e Ano Novo viajando

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Morar fora do país é ter que escolher a quais eventos comparecer: aniversários, casamentos, batizados, festas de fim de ano… Infelizmente, não dá pra estar em tudo. E, para quem vai sozinho, pode ser ainda mais solitário passar o Natal e o Ano Novo, que são períodos tão cheios de festividades e casa cheia, a um oceano de distância.

Este foi o primeiro ano no qual passei por isso e, confesso, foi bem mais tranquilo do que eu imaginava. Então, divido algumas dicas de coisas que fiz para que essas datas, que também são importantes para mim, não passassem em branco:

Mantenha as tradições

Dentro do possível, claro, tente fazer o que você normalmente faria com sua família. Se for um jantar chique, providencie um. Se tiver uma sobremesa específica que não pode faltar, faça. Se for um ritual para abrir presentes, faça um embrulho para você mesmo e abra só na noite de Natal. Recriar as tradições com as quais você já está acostumado ajuda a se sentir parte da festa, mesmo distante!

No meu caso, a tradição é usar uma roupa linda só para jantar. Dá pra fazer em qualquer lugar do mundo, hehe 😉

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Giovana (@therealgiovana) em

Tudo que eu faço viajando chega primeiro no Instagram. Me siga lá! 😉

Crie suas tradições

Aproveite para experimentar novidades nessas datas e fazer coisas diferentes como uma comemoração só sua! Passar a virada do ano de pijama, ouvir sua própria playlist, fazer algum trabalho voluntário… O lado positivo de estar longe da família é ter a liberdade de fazer o que quiser nessas datas e descobrir novas possibilidades.

Ressignifique

santa anastasia verona
Obrigada Deus pela chuva de bençãos na minha vida em 2018 e pela oportunidade de visitar lugares lindos e perdão por tirar fotos clandestinas de péssima qualidade como esta

Com essas novas possibilidades, vêm os novos significados também. Em vez de ser uma noite para reunir a família para beber champagne e ver o Show da Virada, o Ano Novo pode se tornar uma oportunidade de se conectar com as pessoas importantes para você mandando uma mensagem antes da virada, ou aproveitar o clima de milagre de Natal para pensar em todas as coisas incríveis que aconteceram no ano.

Quer um exemplo real? Sempre brinco que, aqui na Itália, a cada dois passos tem uma igreja. Então, eu sempre visito igrejas, mas nunca é nada de mais para mim. Então, no dia de Natal, visitei a Basílica de Santa Anastasia, em Verona, e, além de admirar a construção, me sentei por alguns minutos para pensar sobre tudo que vivi em 2018. Eu nem sou religiosa e não me lembro a última vez que fui numa igreja para rezar, mas aproveitei o silêncio e o clima para refletir.

Família postiça

reveillon duomo milao
Reveillon no Duomo em Milão: a praça fecha quando atinge a lotação e fica um clima de Carnaval fora, mas sem animação e sem Skol 3 por 10

Você não é a única pessoa do mundo que está longe da família no Natal e no Ano Novo. E, acredito, você tem amigos onde quer que esteja!

Então, por que não celebrar com eles as festas de fim de ano? Aqui na Itália, várias pessoas me perguntaram se eu já tinha planos e fui convidada para algumas comemorações, do bar que eu frequento até a festa de amigos dos amigos.

Por sorte, uma amiga do Brasil estava em Milão para visitar o cunhado e consegui encontrá-los para o Ano Novo. Minha mãe até me mandou um presente de Natal por ela e foi muito legal passar a virada na fila para o Duomo rindo em português com pessoas conhecidas, que também estavam longe de suas famílias!

A real é que a gente nunca está realmente sozinho! 😉

Obrigada, tecnologia

Já falei aqui e repito: a tecnologia é, muitas vezes, o que nos salva da solidão e da saudade em outro país. Fazer uma chamada de vídeo para desejar felicidades para sua família e seus amigos é uma forma de se sentir parte da festa, mesmo de longe, e de matar as saudades. <3

Se for essa a pegada, vocês também podem montar uma playlist colaborativa, jogar juntos online ou até improvisar uma watching party de alguma coisa 😉

A melhor dica que posso dar para sobreviver às festas de fim de ano é aproveitar o tempo longe, seja viajando para um lugar novo, seja festejando com seus novos amigos. Se ainda assim bater a bad, lembre-se que, no fim, é tudo experiência de vida e que tudo passa – quem sabe, no próximo você não possa estar com a sua família de novo? 😉

***

Manual de sobrevivência para passar Natal e Ano Novo viajando

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o blog para falar de viagens, da vida viajando, da falta que faz viajar! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Sou formada em jornalismo, tenho um cachorro chamado Bernardo, gosto de pizza e roo unhas o tempo todo. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários