Visitei a livraria Acqua Alta, uma das mais bonitas do mundo, em Veneza

Visitei a livraria Acqua Alta, uma das mais bonitas do mundo, em Veneza

Acho que, hoje, não tem como fugir dos pontos mais instagramáveis ao visitar algum lugar, né? Mas pudera: não é só porque a gente quer ter um monte de likes (eu, pelo menos, quero, me siga), mas porque esses lugares são lindos mesmo.

Um dos pontos mais instagramáveis de Veneza é a Libreria Acqua Alta. Você já deve ter visto por aí as fotos de uma galera sentada numa escada de livros, ou lendo numa poltrona linda do ladinho de um canal, né? Pois bem, é lá!

A livraria ganhou fama pela solução que criou para proteger seus livros das enchentes: uma parte deles fica em banheiras, barcos e até uma gôndola no meio da loja. Outros, após as cheias, ganham um aspecto envelhecido que compõe o cenário da loja.

Como chegar na livraria Acqua Alta

Ela não fica no centrão mais turístico de Veneza, e é meio chatinho de se localizar na cidade em qualquer lugar depois da Praça São Marcos. Mas, tendo o Google Maps na mão, você consegue chegar facilmente.

O endereço é Calle Lunga Santa Maria Formosa, 5176b, mas é melhor procurar só por Acqua Alta mesmo e traçar a rota. Ou clicar neste link que já deixei a localização certinha! 😉

Ainda tem mais uma facilidade: como é um lugar que ficou bem popular, com certeza vai ter um monte de gente indo para o mesmo lugar que você. É só seguir o fluxo 😉

A livraria não é exatamente pequena, mas, óbvio, fica lotada. Por isso, eles limitam a quantidade de pessoas de cada vez e fica essa fila lá fora. Pode assustar e dar um desânimo, e eu mesma quase desisti. Mas ainda bem que encarei: uns 15 minutos depois, já tinha entrado.

Enquanto estiver fora, aproveite para dar uma olhada também nas seleções de livros por um euro, cartazes, cartões postais, ímãs de geladeira e adesivos bem antigos e que dificilmente encontrará nas outras lojas de souvenir.

A livraria por dentro

A Acqua Alta é uma mistura de livraria, brechó e loja de souvenir. Ela tem ao menos três espaços, sendo que o primeiro, logo que você entra, é o mais “turístico”: tem um monte de obras sobre Veneza e a região do Veneto, livros novos, lembrancinhas de todo tipo e até a gôndola lotada de livros no meio da loja!

Nos outros ambientes, a maioria é de livros usados, e ocupam cada espaço, do chão até o teto. É até difícil de focar e prestar atenção no que você está vendo. Mas, apesar da superlotação de livros, não tem cara de zoneada: é uma bagunça super organizada!

Onde tirar fotos

Não tem nada que não pode ser fotografado na loja e, sinceramente, me parece que alguns espaços foram criados exatamente para aparecerem no Instagram.

Há três principais: o primeiro, para onde todo mundo vai logo de cara e onde tem mais fila, fica no fundo do primeiro ambiente. É onde está a tal escada de livros.

 

O outro fica no ambiente ao lado e é a poltrona ao lado da gôndola, na beiradinha do canal, da foto que está no começo deste post. Não sei dizer se você pode entrar na gôndola, mas ninguém que fica olhando. Eu confesso que fiquei com medo de arriscar porque é bem minha carinha errar o passo e cair com tudo no canal.

Por fim, tem uma área descoberta mais escondida, no lado oposto a esse segundo ambiente, onde tem uma mesinha com cadeiras e paredes cheias de livros.

Todo mundo sabe que, se tem uma mesa e uma pilha de livros, tem um tripé.

A Acqua Alta não cobra ingresso, nem obriga os visitantes a comprarem algo para tirar fotos. Não sei se a estratégia deles é intencionalmente esta, mas, deixando o público à vontade, eles se permitem explodir de popularidade. Assim, muito mais gente visita, recomenda e acaba atraindo mais visitantes – e potenciais compradores, visto que a maioria dos produtos custa menos de 10 euros.

É uma ótima pedida para levar presentes pra casa: dá para achar coisas bem fofinhas por cerca de um euro.

Ah: eles também são muito amigáveis com gatinhos e tem até avisos de que há gatos lá dentro, mas eu não vi nenhum.

LEIA OS OUTROS POSTS SOBRE VENEZA NO BLOG:

***

Visitei a livraria Acqua Alta, uma das mais bonitas do mundo, em Veneza

Compartilhar

  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o blog para falar de viagens, da vida viajando, da falta que faz viajar! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Sou formada em jornalismo, tenho um cachorro chamado Bernardo, gosto de pizza e roo unhas o tempo todo. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários