5 museus imperdiveis em Sao Paulo

5 museus imperdíveis em São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Amanhecemos com uma notícia muito legal e, até agora, sem explicações: os museus brasileiros tiveram um aumento de 61% na visitação no último ano, e ninguém sabe o motivo!

Algumas das hipóteses vão desde o aumento de exposições que retratam minorias e as discussões do governo sobre cortes em cultura, até a tragédia com o Museu Nacional no ano passado e as fotos em redes sociais, que ajudam a divulgar.

Leia também: O incêndio da Notre Dame e a reconstrução de tudo que existe

O Brasil tem uma infinidade de museus e, a cada cidade que você visitar, com certeza dá para colocar um na lista. Como eu não conheço tanto assim do país, neste post vou ficar só nas sugestões da cidade onde moro há quase uma década, São Paulo (e, confesso, fui bem menos a museus do que poderia…)

1. MASP

Não tem como fugir, né? De acesso super fácil, na avenida Paulista, ele é um símbolo da cidade e tem algumas das exposições mais concorridas. A última, que bateu recorde de público, foi da Tarsila do Amaral. E, já as fotos em redes sociais são um dos motivos para visitar museus, é lá que fica o quadro de Jesus sem paciência (que oficialmente chama Cristo abençoador, de Jean-Auguste Dominique Ingres).

2. Pinacoteca

É o museu mais antigo da cidade, fundado em 1905. Reúne mais de 10 mil obras, com ênfase nas brasileiras criadas a partir do século XIX, além das exposições temporárias. Localizado do ladinho da estação da Luz, no Centro, o próprio edifício é uma obra de arte de tão lindo. Ele foi reformado nos anos 2000 para ganhar mais espaço e, de quebra, mais fotos no Instagram; pensa num lugar fotogênico!

3. Instituto Tomie Ohtake

O próprio prédio denuncia que o olhar do Tomie Ohtake está na arte contemporânea, com foco nos últimos 60 anos.  Com frequência, recebe exposições inéditas no país – e que, sinceramente, são difíceis de ver por conta da fila. Mas valem o esforço para conhecer de perto obras de nomes como Yayoi Kusama, Salvador Dalí e Joan Miró. O Instituto também tem é lar outras atividades voltadas para cultura, como cursos, oficinas e debates.

4. Catavento Cultural

Voltado para as crianças, mas divertido para todo mundo, o Catavento é um dos espaços mais legais para um passeio durante a tarde. Tem toda uma levada interativa e super imersiva, com atividades educativas dividias em quatro áreas: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. Nelas, são abordados conceitos de astronomia, física, ecologia, evolução, geologia, química… Um passeio que vale a pena mesmo se você não tiver filhos ou sobrinhos para “disfarçar”  – e de quebra, rende um almoço no Mercadão, que fica bem pertinho.

5. Memorial da Resistência

Um dos lugares de memória mais necessários atualmente, o Memorial da Resistência está onde um dia funcionou o DEOPS-SP, um edifício que institucionalizava a tortura de pessoas consideradas perigosas para o regime militar; entre elas, crianças, mulheres grávidas, bebês… Hoje, documentos, relatos de sobreviventes, fotos e outro registros estão reunidos ali, entre salas de reunião, corredores escuros e celas originais, para educar e garantir que a ditadura nunca mais aconteça.

Quer mais? Dê uma olhada no site do Governo do Estado! 😉

Mapa

Leia os outros posts sobre São Paulo no blog:

***

5 museus imperdíveis em São Paulo

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o Beijo e Ciao para falar sobre viagens: dicas de passeios, lugares incríveis, experiências transformadoras e as dores e alegrias de morar fora! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários