9 cidades italianas que da para conhecer em um dia

9 cidades italianas que dá para conhecer em um dia

A Itália é um país lindo e que merece ser visitado com bastante calma, para que você possa apreciá-lo devagar. Mas nem sempre dá para conciliar a vontade de passar uns meses de bobeira na Europa com os dias de férias. Então, é preciso otimizar o tempo!

Como passei os últimos meses na Itália, tive bastante tempo para visitar várias cidades… E nem sempre foi necessário tanto tempo assim: boa parte delas não exige mais de um dia para que você veja o principal, sinta a vibe do lugar e aprecie o que ela tem de melhor.

Veja algumas delas:

Veneza

Um dos principais destinos da Itália, o que faz com que muita gente acabe ficando pelo menos uns três dias em Veneza. Mas sinceramente? Realmente não é preciso mais de um! E eu tenho certeza disso porque fui várias vezes e sempre acabei repetindo os pontos principais: Piazza San Marco, Ponte Rialto, Ponte dos Suspiros…

Inclusive, uma dica é ficar hospedado em alguma outra cidade, como Treviso ou Pádua: os hotéis são mais baratos e você pode fazer um bate-e-volta em várias cidades próximas.

Leia mais sobre Veneza:

Treviso

Nem um dia: Treviso pode ser visitada em uma manhã ou uma tarde! O maior charme dessa cidade são as casas com afrescos coloridos que surgem em todo canto, mas se perder pelas ruas enquanto coleciona fotos dessas fachadas também rende cenários encantadores.

Além disso, é aqui a entrada para a rota do prosecco, então você pode se hospedar nela para passar o dia tomando espumante em um tour (não vai dirigir, pelo amor de deus!). Quer mais? É também a cidade onde o tiramisù nasceu.

Leia mais sobre Treviso:

Pádua

Mais conhecida por ser a cidade que abriga a Basílica de Santo Antônio, Pádua também merece ser explorada sem Google Maps para descobrir cantinhos lindos que, se você tentar encontrar de novo, provavelmente não conseguirá.

Além da Basílica (a mais bonita que já vi, e olha que visitei muita igreja na Itália!), vale ficar atento para ver a Specola (onde funciona o Museu do Observatório Astronômico), a praça Prato Della Valle e a Capella degli Scrovegni, com afrescos de Giotto.

Leia mais sobre Pádua:

Verona

Eternizada como a cidade de Romeu e Julieta, Verona tem uma atmosfera romântica que, arrisco, nem depende do romance de Shakespeare. A caminhada pelo centro histórico leva quase naturalmente à Arena e à Casa di Giulietta, ponto turístico mais visitado de lá (e que, particularmente, não sou muito fã).

Um pouco além fica a famosa Ponte Pietra e, ao atravessar e subir um monte de escadas, o Castel San Pietro, que tem uma vista linda da cidade cortada pelo rio Ádige. Na volta, vale parar para um café no histórico Caffè Borsari e conhecer o Castel Vecchio.

Leia mais sobre Verona:

Milão

Milão em um dia?? Pois é: não é necessário mais do que isso para conhecer a cidade. Os principais pontos turísticos de Milão ficam no centro histórico e dá para ir de um ao outro a pé: o Duomo, a Galleria Vittorio Emanuele II, o Castello Sforzesco, o Parco Sempione…

Ah: não deixe de visitar o Santuario di San Bernardino alle Ossa, uma capela perto do Duomo que é toda decorada com… ossos humanos! E não faz tão parte do circuito tradicional em Milão, vale conhecer.

Leia mais sobre Milão:

Bergamo

Para quem está em Milão, é só pegar 40 minutinhos de trem para conhecer Bergamo. A principal característica da cidade está na diferenciação entre a Città Bassa, mais moderna, e a Città Alta, que fica dentro do muro e preserva o aspecto medieval até hoje.

Para subir, é encarar o morro a pé ou pegar o funicolare, um bondinho que faz o caminho em poucos minutos (para quem jogou Bioshock Infinite, a sensação tem alguma coisa de semelhante à chegada em Columbia). Lá em cima, não perca a Basílica de Santa Maria Maggiore, que mistura afrescos, tapeçarias e outros materiais na decoração.

Leia mais sobre Bergamo:

Bolonha

Uma das minhas queridinhas na Itália, Bolonha é conhecida como la grassa, la dotta e la rossa em referência às suas comidas, sua universidade e seus telhadinhos avermelhados. Mesmo que o tempo esteja ruim, não desanime: os porticos são ótimos protetores de sol e de chuva para quem anda a pé!

É obrigatório comer o tradicionalíssimo tagliatelle bolognese e visitar a Piazza Maggiore, onde fica a Fonte do Netuno e a Basílica de São Petrônio. Se tiver fôlego, também recomendo encarar os 500 degraus até o topo da Torre degli Asinelli: a vista vale o cansaço.

Leia mais sobre Bolonha:

Ferrara

Enorme falha minha nunca ter feito post sobre Ferrara! Assim como Treviso, pode ser vista em uma manhã ou uma tarde, já que o principal para quem a visita está em torno da catedral: além da própria igreja, há o castelo Estense, que é símbolo da cidade, o Palazzo dei Diamanti e a peculiar Rotonda Foschini.

Duas dicas extras para quem curte levar garimpos como souvenir: o Mercatino Ado, um brechó incrível perto do castelo, onde comprei um uniforme do exército italiano por 35 euros; e a Lumineers Project, uma loja de roupas, acessórios e decoração, tudo feito por produtores independentes italianos.

Como não tem post de Ferrara no blog, fiz um mapa personalizado para você salvar quando visitar:

Siena

Acho que Siena é a cidade que a gente imagina quando pensa em ir para a Toscana. Cheia de vielas, boa parte delas muito íngreme, com arquitetura medieval e paisagens campestres inesperadas, passear pelo centro da cidade é sentir-se dentro de um filme! Para quem gosta de vistas bonitas, é obrigatório passar na Piazza Del Mercato e na Via Diacceto cruzando com a Via Fontebranda.

Sugiro que, se tiver dois dias na sua viagem, a utilize como base para conhecer a Toscana: fique dois dias em Siena, sendo o primeiro para conhecê-la e o segundo para, com um carro alugado, dirigir por Monteriggioni, San Gimignano, Volterra e onde mais conseguir ir. Volterra foi a minha preferida e a volta deu menos de uma hora e meia (a ida foi com paradas nas outras cidades 😉 )

Mais uma que não tem post, mas tem mapa:

É claro que há centenas, quem sabe até milhares de cidades para se visitar em um dia na Itália – aqui, listei só as que conheci… até agora 😉 Esse post com certeza será atualizado, então salve o pin abaixo no seu Pinterest para tê-lo guardado e acompanhar os updates!

***

9 cidades italianas que dá para conhecer em um dia

Compartilhar

  • Sobre

Giovana Penatti

Oi 🙂 Meu nome é Giovana, sou jornalista e criei o blog para falar de viagens, da vida viajando, da falta que faz viajar! Originalmente, sou de Piracicaba-SP. Hoje, moro na Itália. Sou formada em jornalismo, tenho um cachorro chamado Bernardo, gosto de pizza e roo unhas o tempo todo. Para saber mais sobre o blog e entrar em contato, clique aqui!

  • Comentários